Implante imediato pós-exodontia em região de molar utilizando um novo implante com a técnica de preparo intrarradicular e preservação alveolar

  • Sérgio Henrique Lago Martins
  • Gustavo Henrique Apolinário Vieira
  • Fabio Jose Barbosa Bezerra
  • Bruna Ghiraldini
  • Sérgio Luís Scombatti de Souza
Palavras-chave: Implantes dentários, Materiais biocompatíveis, Carga imediata em implante dentário

Resumo

Exodontias em dentes posteriores tendem a ser negligenciadas por não estarem em área estética, resultando em maior perda tecidual pós extração. Ao lançar mão de abordagens imediatas há uma redução significativa nas reabsorções dos tecidos remanescentes, promovendo maior estabilidade nas reabilitações implantossuportadas no que se refere à altura da margem gengival, evitando coroas protética com sobrecontorno. O implante imediato associado a enxertia óssea pode ser uma opção viável na manutenção da arquitetura óssea. Assim, o objetivo deste relato é apresentar as vantagens da utilização de um novo implante com macro e nanoestrutura favoráveis à instalação imediata, em um caso clínico em região posterior de mandíbula. Paciente do gênero feminino, 42 anos de idade, sem comprometimento sistêmico compareceu à clínica odontológica para reabilitação da região do dente 46 com implante dentário, devido a destruição coronária. Optou-se pela instalação de um implante alta estabilidade primária (Epikut Plus®, S.I.N. Implant System, São Paulo, Brasil) associado a preenchimento do gap com enxerto ósseo xenógeno e selamento do alvéolo com cicatrizador em polímero termoplástico orgânico personalizável. Em um pós-operatório de 30 dias observou-se boa cicatrização tecidual e ganho de tecido queratinizado. O controle pós-operatório de 2 meses mostrou que houve uma perfeita manutenção tecidual, possibilitando um tecido gengival de qualidade para condicionamento da mucosa peri-implantar durante o período de provisionalização. Após 3 meses de tratamento foi solicitada radiografia periapical e confeccionada prótese parafusada sobre o implante. O implante com características adequadas permitiu o uso de técnica imediata à exodontia, com ótima estabilidade primária proporcionada pela macrogeometria, e formação óssea precoce devido à superfície nanoestruturada. Este conjunto de fatores possibilitaram uma reabilitação oral bem-sucedida em espaço de tempo reduzido.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
09-08-2021
Como Citar
Martins, S. H. L., Vieira, G. H. A., Bezerra, F. J. B., Ghiraldini, B., & Souza, S. L. S. de. (2021). Implante imediato pós-exodontia em região de molar utilizando um novo implante com a técnica de preparo intrarradicular e preservação alveolar. Journal of Multidisciplinary Dentistry, 10(2), 160-7. https://doi.org/10.46875/jmd.v10i2.283
Seção
Relato de Caso Clínico